Panorama da Produção Científica da Gestão por Competências na Administração Pública Brasileira (2008 a 2018)

Autores

  • Lana Montezano Universidade de Brasília
  • Bárbara Novaes Medeiros Universidade de Brasília
  • Antonio Isidro-Filho Universidade de Brasília
  • Iuri Sivinski Petry Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.51341/1984-3925_2019v22n2a8

Palavras-chave:

Gestão por Competências, Competência, Diagnóstico de Competência, Administração Pública, Revisão da

Resumo

Objetivo: analisar o panorama de pesquisas científicas nacionais sobre a Gestão por Competências (GC) na Administração Pública na última década, contemplando o período de 2008 a abril de 2018, a partir da caracterização de publicações, aspectos metodológicos, etapas investigadas e os principais benefícios e dificuldades identificados nos estudos.

Método: por meio de revisão da literatura nacional, foram identificadas e analisadas 26 variáveis pré-definidas de 82 artigos publicados em eventos e periódicos, com uso de estatística descritiva e análise de conteúdo categorial temática.

Originalidade/relevância: consolida resultados de publicação da última década, diferenciando-se pela abrangência das publicações, quantitativo de variáveis analisadas e inclusão de dados qualitativos.

Resultados: a Universidade de Brasília é a instituição com maior quantidade de autores nas publicações. A maioria dos estudos foram empíricos, transversais, descritivos, qualitativos com uso de entrevistas e análise de conteúdo, em organizações federais e do poder executivo. Observou-se fragilidades nos registros metodológicos e indexação de palavras-chave. A principal etapa estudada foi o diagnóstico de competências. Os benefícios referem-se a melhorias organizacionais e individuais. As principais dificuldades concernem aspectos metodológicos e conceituais, e falta de suporte organizacional, que precisam ser gerenciados para a efetiva adoção da GC, a fim de obter ganhos orientados à boa governança da gestão de pessoas.

Contribuições: sugere-se agenda de pesquisa para contribuir com a qualidade e rigor metodológico de novos estudos, e auxiliar organizações públicas no que tange ao desenvolvimento e implantação da GC com qualidade e permanência do modelo, privilegiando a melhoria da prestação de serviços à sociedade e ao próprio servidor público em seu trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lana Montezano, Universidade de Brasília

Doutoranda em Administração - PPGA/UnB

Bárbara Novaes Medeiros, Universidade de Brasília

Doutoranda em Administração - PPGA/UnB e bolsista CAPES

Antonio Isidro-Filho, Universidade de Brasília

Prof. Dr. em Administração - PPGA/UnB

Coordenador do Laboratório de Inovação e Estratégia em Governo

Iuri Sivinski Petry, Universidade de Brasília

Graduando em Psicologia - UnB

Referências

Amaral, R. M. (2008). Gestão de pessoas por competências em Organizações Públicas. XV Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias, São Paulo, SP, Brazil.

Araújo Júnior, J. A., & Martins, I. (2014). Gestão Por Competências na Administração Pública: Uma Análise Bibliométrica a Partir do Decreto Lei 5.707/2006. Revista Eletrônica de Gestão Organizacional, 12(2), 153-162.

Audenaert, M., Vanderstraeten, A., Buyens, D., & Desmidt, S. (2014). Does alignment elicit competency-based HRM? A systematic review. Management Revue, 25(1), 5-26. DOI 10.1688/mrev-2014-01-Audenaert.

Beeck, S. O. P, & Hondeghem, A. (2010). Competency management in the public sector: three dimensions of integration. IRSPM Conference, Berne/Suíça.

Boyatsis, R. (1982). The Competent manager: a model of effective performance. New York: Wiley.

Brandão, H.P., & Bahry, C.P. (2005). Gestão por competências: métodos e técnicas para mapeamento de competências. Revista do Serviço Público, 2(56), 179-194. https://doi.org/10.21874/rsp.v56i2.224

Brandão, H.P., & Guimarães, T.A. (2001). Gestão de Competências e Gestão de Desempenho: Tecnologias Distintas ou Instrumentos de um Mesmo Construto? Revista de Administração de Empresas, 41(1), 8-15. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75902001000100002

Campion, M.A., Fink, A.A., Ruggeberg, B.J., Carr, L., Phillips, G.M., & Odman, R.B. (2011). Doing competencies well: best practices in competency modeling. Personnel Psychology, 64, 225–262. https://doi.org/10.1111/j.1744-6570.2010.01207.x

Ceribeli, H.B., Maciel, G.N., & Guilarducc, C.A. (2017). Competency management in brazil: a multi-case study. Reuna, 22(4), 20-39. http://dx.doi.org/10.21714/2179-8834/2017v22n4p20-39

Chouhan, V.S., & Srivastava, S. (2014). Understanding Competencies and Competency Modeling - A Literature Survey. Journal of Business and Management, 16(1), 14-22. DOI: 10.9790/487X-16111422

Cintra, L.P., Oliveira, J.B., Barbosa, A.C.Q., & Franco, D. (2017). Recursos Humanos, Competências e Desempenho: (Im)Possível Articulação em Fundação de Minas Gerais, Revista de Administração FACES, 16(4), 27-44. http://dx.doi.org/10.21714/1984-6975FACES2017V16N4ART4128

Dutra, J. (2004). Competências: conceitos e instrumentos para a gestão de pessoas na empresa moderna. São Paulo: Atlas.

Fleury, A. & Fleury, M. (2001). Construindo o conceito de competência. Revista de Administração Contemporânea. 5(spe), 183-196. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-65552001000500010

Fonseca, D.R., & Meneses, P.P.M. (2016). Fatores para implantação e desenvolvimento da gestão por competências em agências reguladoras federais. Revista Eletrônica Científica da UERGS, 2(2), 117-133. http://dx.doi.org/10.21674/2448-0479.22.117-133

Landfeldt, I. M. P. & Odelius, C. C. (2017). Gestão por Competências em Universidades Públicas Federais. VI Encontro de Gestão de Pessoas e Relações do Trabalho da ANPAD - EnGPR, Curitiba, PR, Brasil.

Lima, D.M.S., & Melo, J.A.M. (2017). O modelo de gestão de pessoas por competências: um estudo de caso em um órgão público federal sobre os fatores que afetam a implantação deste modelo. Revista Gestão Industrial, 13(4), 26-49. DOI: 10.3895/gi.v13n4.7461

Lima, J.O., & Silva, A.B. (2015). Determinantes do desenvolvimento de competências coletivas na gestão de pessoas. Revista de Administração Mackenzie, 16(5), 41-67. http://dx.doi.org/10.1590/1678-69712015/administracao.v16n5p41-67

McClelland, D.C. (1973). Testing for competence rather than for “intelligence”. American Psychologist, 28(1), 1-14. http://dx.doi.org/10.1037/h0034092

Mello, S. P. T., Fonseca, D. W. T., & Santos, A. C. (2015). Análise Bibliométrica da produção científica sobre Competências e Gestão por Competências nos Encontros de Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho – EnGPR-ANPAD. Encontro de Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho, Salvador, BA, Brasil.

Montezano, L., Abbad, G. S. & Freitas, P. F. P. (2016). Modelagem de competências profissionais de organização pública que atua no ramo de ciências forenses. Encontro da ANPAD, Costa do Sauípe, BA, Brasil.

Montezano, L., Silva, D. L. B, & Coelho Júnior, F. A. (2015). Competências humanas no trabalho: a evolução das publicações nacionais no novo milênio. Encontro da ANPAD, Belo Horizonte, MG, Brasil.

Montezano, L., Medeiros, B.N., Pinheiro, A.O., Oliveira, C.A.A.M. (2019). Percepção de servidores de uma organização pública federal quanto à implantação da gestão por competências. Revista Eletrônica Gestão & Sociedade, 13(34), 2766-2792. https://doi.org/10.21171/ges.v13i34.2563

Munck, L., Munck, M.G.M., & Souza, R.B. (2011). Gestão de pessoas por competências: análise de repercussões dez anos pós-implantação. Revista de Administração Mackenzie, 12(1), 4-52. http://dx.doi.org/10.1590/S1678-69712011000100002

Pires, J. G. C. (2016). Desenvolver competências como estratégia organizacional frente aos desafios financeiros e mercadológicos. XIII Simpósio de Excelência em Gestão Tecnológica, Resende, RJ, Brasil.

Sena, G. A. (2012). Gestão por Competências na Administração Pública: Revisão de Trabalhos Acadêmicos no Brasil. Encontro da ANPAD, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Silva, T.B. (2017). Gestão de pessoas por competências na Administração Pública. Revista Científica Multididisciplinar Núcleo de Conhecimento, 1, 301-312.

Silva, P. A., Cavalcante, S. M. A., Macedo, A. C. M., Silva, M. R. R., & Silva, P. A. (2017). Gestão por competência: um estudo bibliométrico das publicações na área de administração entre 2006 e 2016. XX Seminário em Administração, São Paulo, SP, Brasil.

Silva, F.M., & Mello, S.P.T. (2011). A noção de competência na gestão de pessoas: reflexões acerca do setor público. Revista do Serviço Público, 62(2), 167-183. http://seer.enap.gov.br/index.php/RSP/article/view/67/63

Silva, F.M., Mello, S.P.T., & Torres, I.A.C. (2013). O que se discute sobre Gestão por competências no Setor Público: um estudo preliminar das construções. Revista de Administração da UFSM, 6(4), 685-693. http://dx.doi.org/10.5902/198346595202

Skorková, Z. (2016). Competency models in public sector. Procedia-Social and Behavioral Sciences, 230, 226 – 234. https://doi.org/10.1016/j.sbspro.2016.09.029

Ubeda, C. L., & Ferreira, P. V. J. (2016). A perspectiva da competência na gestão estratégia de pessoas em organizações públicas: um estudo bibliométrico. XIX Seminário em Administração, São Paulo, SP, Brasil.

Velarde, J. C. C., Lafuente, M., Longo, F., & Schuster, C. (2014). The future agenda: Strategies and key tasks for enhancing the civil servisse in latin America. In J. C. C. Velarde, M. Lafuente, & M. Sanginés (Eds.), Serving citizens: a decade of civil service reforms in Latin America (pp. 113-135). Washington DC: Inter-American Development Bank.

Publicado

2019-08-31

Como Citar

Montezano, L., Medeiros, B. N., Isidro-Filho, A., & Petry, I. S. (2019). Panorama da Produção Científica da Gestão por Competências na Administração Pública Brasileira (2008 a 2018). Journal of Accounting, Management and Governance, 22(2), 280–298. https://doi.org/10.51341/1984-3925_2019v22n2a8

Edição

Seção

Artigo científico (Seção de Gestão e Contabilidade Pública)